29.3.11

Perder


E eu esperei por isto o mês todo. Ao início acreditei cegamente que seriamos seleccionadas, depois desacreditei, depois fiquei na dúvida. Depois fiquei no quero muito, tendo dias que passava pelo "mas mudar de vida numa semana é dose". Mas queria. Ia mudar a minha vida, mas talvez sinta que me falta esse bocadinho de mudança. E depois é o projecto que é realmente aliciante, e a vontade de ir mais longe que é ainda maior. E ainda nem ter acabado o mestrado e estar já num projecto destes era qualquer coisa...
Hoje chegou a confirmação e o nome do nosso projecto não constava na lista. Talvez por confusão de mails, talvez porque os houve bem melhores, talvez por um jogo de sorte ou azar. Mas não, para a semana não me mudo para Vila Nova de Gaia, não vou ter que convencer o meu namorado a fazer as malas e cometer a loucura de ir comigo, não vou ter que destroçar o coraçãozinho da minha mãe nem da minha avó, nem vou ter que me despedir de ninguem.
Mas querem saber o que é realmente frustrante? É ter tido o incentivo de um professor para esta participação, ele nos ter apresentado alguns projectos, nós termos escolhido e construido um em conjunto, e um outro que o professor tinha sugerido aparecer na lista dos seleccionados.
Pero no pasa nada...

2 comentários:

Sonhadora disse...

É um projecto aliciante... Também estive para o fazer mas desisti. Infelizmente deve de existir muita "máfia"! Tal como em tudo ;)

Panda disse...

Minha querida não fiques triste não perdes muito.
Eu estagiei na RTP Porto, no local onde vão fazer a Academia, com os profissionais que vão orientar a Academia.
Pessoas 5*, aprende-se muito, não tentes é pôr em prática porque tal como me disseram no primeiro dia de estágio: "Por muito bons que vocês sejam não tenham esperanças de cá ficar a trabalhar, não metemos ninguém há mais de 7 anos"
E no tempo que lá estive percebi que era verdade. E também percebi que fulano e fulana eram casados, e que fulano e cicrano são primos e que o câmara e o jornalista X e Y são irmãos e que a maquilhadora é cunhada do produtor.
Era tudo uma grande família, literalmente.
Ah e ainda tive um Sr. jornalista que hoje apresenta o seu próprio programa que me disse que era capaz de arranjar qualquer coisinha se eu quisesse brincar aos médicos com ele, tal e qual.