Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2018

Coisas que me chateiam no Natal

Ter o cuidado de escolher um miminho para todos e imensa gente nem um obrigada. Não damos as prendas para nos agradecerem, é certo, mas juro (juro mesmo) que às vezes até penso "será que entregaram o presente?", "será que a pessoa leu de quem era?". Antes da ceia de Natal passo sempre na casa de uma das minhas irmãs a dar um beijinho e uns miminhos que abrem à meia noite. Pois que nada. Raramente há um obrigada ou um mero comentário do tipo "ah, era mesmo giro", ou "já tenho mil mas ok". Zero. Nadinha.
Quando ceamos na minha família,  o namorado passa sempre na família dele a dar um beijinho e a deixar as prendinhas que abrem antes de nós chegarmos. Pois que, nada. Nicles batatoides. Zerinho.
Penso que nada custa. Quando me dão algo agradeço sempre, goste mais ou goste menos, seja mais ou menos útil.
Adoro dar e receber presentes. Mas mais que tudo gosto de ser grata.

Obviamente que esta questão não se aplica apenas ao Natal mas a todos os mome…

Da vida e de quem fica pelo caminho...

Ontem foi o último dia de trabalho de um colega meu. Ontem chorei muito e senti-me e sinto perdida e sozinha. Sei que NINGUÉM me entende. Para uns é um "deixa lá" que tanto me magoa, para outros é um "ele vai-se arrepender" que, na verdade, eu não desejo. Perdi a pessoa que era o meu apoio e colo naquela loja. Que me fazia perceber quando estava a exagerar e quando estava a ser correta. Aprendi muito com ele e sim, senti-me traída quando me trocou por outra gerente/loja, e sim, as coisas não andavam muito famosas, mas ele ali era o meu maior apoio. Hoje, esse meu colega chorou também abraçado a mim, e senti que existem pessoas que nos marcam para sempre. Ele será dessas.

Na verdade, pelos trabalhos por onde passei fui sempre eu quem partiu (existem os reforços mas por muito que gostemos dessas pessoas sabemos sempre que ficam por pouco tempo)... ver partir alguém que nos é querido é mesmo muito difícil.

O tempo...

O tempo, que passa com pressa. Questiono-me como é possível já ser Natal se ainda ontem foi Natal também. Questiono-me como é que a árvore está quase a ficar vazia de prendinhas, quando ainda ontem a montei. Penso que é nestas situações que percebemos que o tempo vai sem tempo, mesmo apressado...

Sugestões de Natal - Meias :)

Sou eu a única pessoa do mundo que não se importa nem de dar nem de receber meias??!! Imensa gente goza com as meias de Natal mas, convenhamos, que há meias bem giras e quentinhas :)
O ano passado confesso que aos tios do namorado foi a prenda que demos, um pouco por não sabermos o que dar :x mas este ano há umas quantas debaixo da árvore mas só e apenas por serem super giras e também baratinhas.
As meias do "Natal a Meias" da calzedonia são mega amorosas para as miúdas da famílias (querido namorado, eu ainda sou uma miúda e quero umas meias dessas), seguiu ontem um par delas para a Suíça.
Depois, dentro do leque de meias antiderrapantes há todo um mundo encantado. Estão a ver a penúltima imagem, com as meias do pai-natal de fones? São o máximo e estão debaixo da minha árvore dois pares (2,50€  no oultet calzedonia), para um sobrinho e um primo -são meias de homem. No outlet aproveitei ainda para crianças, meias do género, com o pai-natal e a casa dos doces salientes, a 2€.

Lojistas e o Natal

Para quem trabalha em shoppings o Natal não é fácil. Penso que para nós, nem é bem Natal. É tanto cansaço (físico e psicológico) acumulado que nem desfrutamos bem da época.
Desde que trabalho em shoppings, há uns bons anos já, que trabalho SEMPRE na véspera de Natal, até às 19h. À parte disso, é uma época com poucas folgas, sendo que agora nesta loja nem folgas temos. Como tal, e uma vez que o shopping no dia 25 fecha, é o único dia de "pseudo"-descanso, visto que de descanso é que não tem nada.
Eu ando completamente xexe da cabeça... amanhã, como as vendas infelizmente não estão a correr muito bem, eu e uma colega vamos gozar meia folga e nem vos digo o quanto isso é um sonho. Na verdade, antes não fosse mesmo possível, mas uma vez que assim é, é para aproveitar.
E por aí, como anda o espírito natalício?

P.s.: esta foto faz-me lembrar a minha Avó que amava canecas :) ia adorar esta da imagem.

Agenda 2019 - Socorro

Quero mesmo muito a minha nova agenda. Este ano decidi que não queria a mr.wonderful porque, sinceramente, penso que tem tanta mariquice que, embora linda, é pesada e não tão útil quanto isso. Decidi que queria algo simples mas tem que ter espaço para notas. E como é difícil arranjar agendas com espaço para notas... depois penso "opah, uma qualquer..." e depois penso "mas em 2019 vou organizar o MEU casamento, logo tem que ser bonita".
Alguém me consegue ajudar? 20€ já é bastante para uma agenda, mas é o limite que estou disposta a dar. Sugestões?

Coração de filha

Tem dias de está cheio a transbordar. Tem outros que encolhe, encolhe, encolhe...tem dias em que grita, tem dias em que ouve. Tem dias em que tem muito medo, mas tem que ser colo. Coração de filha sofre e chora, mesmo quando está tudo relativamente, ou mais ou menos bem

Aguenta e não chora

Começou a saga hoje. Não há mais folgas até ao Natal. Socorrooooo.

Natal Branco em Castelo Branco

Ontem foi dia de passeio. Fomos, por acaso, à cidade albicastrense e depará-mo-nos com este maravilhoso espaço dedicado ao Natal. Entre tasquinhas e muitas luzes, o centro da cidade tinha uma árvore de Natal linda e as árvores ao redor estavam todas iluminadas :) havia muita gente na rua, a banda filarmónica tocava e as pessoas seguiam-na, um mercadinho de Natal (estes mercados têm sempre muito que se lhes diga, como a falta de dedicação e vontade de trabalhar de algumas pessoas...mas isso são outros quinhentos).
Esta cidade estava, realmente, linda :) houve ainda direito a uma viagem no comboio Natal (muito fraquinha esta viagem, confesso) e uma passagem pelo iglo mais bonito onde estava a casinha do Pai-Natal eheh
Uma tarde diferente e que soube muito bem, mais longe de espaços comerciais e num lugar cheio de luz :) e vá, verdade seja dita, todos nós gostamos de nos cruzar com o Pai-Natal.

Do dia de Natal

Ontem, ao ler um blog, percebi uma coisa que me fez pensar e da qual nunca me tinha apercebido. No dia que saímos de casa dos pais (no meu caso, da casa da mãe e da avó) o Natal empobrece um bocadinho...

No dia 25, ao acordar,a casa já cheirava a comida. Havia burburinho e papéis de embrulho espalhados pelo chão. A casa tinha luz e uma mesa MARAVILHOSA. Acordar de pijama quente e botinhas de dormir, passar pela cozinha, ir para o sofá da sala curtir as prendas e ver tv, enquanto comia milhentos chocolates. Na casa da avó havia sempre o after eight (os meus preferidos) e os chocolates com formas de coisas do mar (também no meu top três). Nada na minha vida pagará isso.
Depois ajudava a minha mãe, enquanto ela fazia o farrapo velho para o almoço, eu colocava a mesa. Depois chegavam todos. Era dia de festa. Era Natal.

Depois de sair de casa "das minhas mães", infelizmente o Natal mudou drasticamente porque perdemos a minha Avó. Mas desde esse dia, e sem saber, pelo menos o dia…

Pessoas do meu Natal

A minha sobrinha e o meu primo. Para além das minhas avós, estas foram as duas pessoas que me permitiram sonhar e viver o Natal. Os meus Natais não foram, de todo, propriamente felizes, mas ao pensar nos meus Natais passados só as memórias boas me aparecem e quase que acredito que cresci a amar o Natal. Não, desde criança que os Natais foram duros...(este ano estas são as memórias mais intensas não sei porquê) mas quando este dia tão especial chegava juntava-mo-nos na sala pequenina da minha Avó e éramos felizes. A minha Mãe cozinhava, os presentes estavam comprados, a mesa era farta. Disso falarei noutro post :)

Lembro-me de estar deitada na cama da minha Avó, com a minha sobrinha, à espera do Pai-Natal. Faziam-nos acreditar que teríamos que dormir para o sr. Barbas brancas chegar. Na verdade penso que nunca dormi mas sempre acreditei que também o enganavamos e bastava fechar os olhos e triiiim...a campainha tocava e a sala enchia-se de presentes. Barbies, cozinhas, roupa... tudo al…

Das coisas boas

A semana estava dura. Estes dias não têm sido fáceis. Ando frágil e triste. Mas hoje, uma sra idosa que conheço da loja onde trabalho e de quem gosto muito, entrou na loja com um saco de chocolates de Natal para mim. Aquele gesto aqueceu-me tanto mas tanto o coração. Eu não decoro o nome do casal e tenho a certeza que os srs não sabem o meu, mas aquela sra entrou e disse que me queria dar aqueles chocolates porque gostava de mim. Simples. Só isto. Nunca tiveram um desconto extra, nunca os beneficiei em nada (ok, eu digo "para a semana as calças baixam de preço, não leve hoje"). Mas não tenho dúvidas que, pela forma como os olho e lhes falo, eles sabem que gosto muito deles.
Hoje aquele gesto era tudo o que eu precisava.

Dezembro

Dezembro começou. Que seja doce, quente e feliz. Que seja sorrisos e alegrias. Que seja tudo o o Natal representa.
Feliz Dezembro.

Da semana que passou

Foi dura a semana que passou. Tive o primeiro elemento da minha equipa a desistir de trabalhar comigo. E sim, custou-me muito, culpei-me, senti-me perdida. Depois percebi que a vida ha-de seguir ainda assim, apesar disto. As entrevistas que estava a fazer para reforço de Natal passaram para um contrato normal e isso muda tudo.
Foi a black Friday e esperei muito muito mais. Foi uma desilusão. Buh.
Tive família de longe por perto, mas por muitos motivos não pudemos estar muito juntos, nem muito felizes.

Que venham dias melhores :)

Vida

Há 19 anos atrás fui tia. Fui tia pela sexta vez, quando já a casa estava cheia de crianças :) fui tia de um menino lindo e tão fantástico. Humilde, simpático, dedicado, trabalhador... distraído e pouco atento a pormenores mas vá, a pessoa esquece essa parte. Este meu sobrinho é de uma ternura e bondade que me enche de orgulho. Há 19 anos atrás, quando fomos visitar a minha irmã e o meu sobrinho ao hospital, visitamos também a minha Avó que estava lá internada.
Há quatro anos atrás, neste mesmo dia que supostamente seria de festa, onde iríamos festejar os 16 anos do meu sobrinho, o dia amanheceu com a pior notícia... tínhamos perdido a minha/nossa Avó.
Naquele momento eu acreditei que, apesar da dor, a vida sabia o que fazia. Tenho a certeza que o dia 26 será sempre um dia onde nos juntaremos todos para celebrar a vida, neste caso concreto a do meu sobrinho. Eternamente a da minha Avó também.

Do Natal

No ano em que a minha Avó morreu, todos fizemos árvores de Natal. Ninguém tinha vontade e todos o fizemos por ela. Não sei em que dia a fiz. Sei que foi a primeira árvore de Natal que fiz em minha casa e sei que foi muito duro. No ano seguinte eu decidi que faríamos a árvore de Natal no dia em a minha Avó morreu. Montar a árvore nesse dia, seria uma forma de trazer a nossa casa a Luz e a Alegria da minha Avó que amava o Natal. No ano passado fui invadida pela tristeza e não a fizemos nesse dia. Acho que não a chegamos a fazer embora me lembre do meu namorado a motivar-me para tal...este ano estou louca por fazê-la já. A morte não é só o dia em que se morre e, como já disse por aqui, o Novembro é-me particularmente difícil. Hoje faz 4 anos que a minha Avó saiu do hospital e foi para o centro de reabilitação onde viria a falecer. Hoje faz 4 anos que peguei no Gato da minha Avó e o levei para a porta do hospital, para que eles se pudessem ver e tocar. Hoje faz 4 anos que a minha Avó foi…

Casa

Talvez seja estranho até porque parece que todo o português sonha ter a sua própria casa... foi algo que nunca quis, que nunca ambicionei, que nunca pensei muito. De há uns tempos para cá fomos ouvindo que o que nós pagavamos pela nossa alugada daria para um crédito, os vizinhos do nosso prédio não nos agradam, a casa em si também não...para o namorado faz sentido comprarmos... assim e perante isto, no passado Domingo e durante esta semana demos início à procura da nossa casa. Meio ao acaso, meio num deixa ver, meio num logo se vê.

 Não queremos apartamento e não há plafond para vivendas, portanto a ver se encontramos a nossa moradia com terraço para o nosso cãozinho e um barbecue :P

O Novembro

O Novembro é-me difícil. Muito difícil mesmo. Estes dias entre o dia em que a minha Avó foi internada, até ao momento em que morreu, são para a minha cabeça e o meu coração, sufocantes. Fico irritada, desapontada, afastada de tudo e todos a lembrar, a recordar, a sentir... foi muito difícil e jamais será possível passar para palavras toda a dor e o quão duros foram aqueles dias. Sentir sempre que não sei se fizemos o certo ou o errado... sentir que era nos nossos colos que a minha Avó devia ter adormecido para sempre... É duro. Tão duro... mas hoje parte um amigo de infância do meu namorado e isto é das coisas mais injustas... trinta e poucos anos, um cancro horrível, negligência médica, pai há cerca de um mês...como é que se aceita algo do género? Quando nos começam a morrer amigos começamos a questionar o sentido da vida... somos todos tão novos, temos todos tanto por viver e, do nada, aparece algo que nos destrói... Novembro ficou mais difícil a partir de hoje, mas certamente o Cé…

A primark...ai a primark

Penso que ninguém é capaz de sair da primark de mãos a abanar, certo meninas? Bem, eu não sou, confesso.
Há algum tempo que a nível de roupa não me identifico muito (sou muito fuinha a dar dinheiro por roupa e as vezes acho que as coisas não valem o que custam) mas estava mesmo curiosa com esta coleção e como precisava de roupa... na verdade e, mais uma vez, não encontrei nada de estonteante mas lá vieram umas coisinhas.
Cá em casa habitam, neste momento, um limpador de pincéis que dá sempre jeito. Não tinha nenhum e por 1.50€ está óptimo. Vou experimentar hoje ;) trouxe ainda 4 máscaras para lábios. Os meus lábios são uns pobres porque eu tiro as peles e twnho lido por aqui maltinha que tem comprado estas máscaras. A 0.75€ dá para experimentar :) foram todas ao mesmo preço, mas a do (parece) pandinha já não encontrei mais. Talvez teste também hoje.
Por fim, duas camisolas bem giras a preços razoáveis. A bordeaux é mais quentinha e tem um fecho dourado atrás que lhe dá um toque difer…

A saga dos presentes de Natal (50% brinquedos)

Acho que toda a gente sabe que sou louca por oferecer (e receber também) presentes de Natal. Já todo o mundo sabe que nós somos uma família muuuito grande, como tal dar presentes à malta toda exige dedicação ahah vou comprando ao longo do ano (SIM, AO LONGO DO ANO). Dou apenas pequenos miminhos e depois há pessoas que recebem coisinhas "melhores".
Este ano são mesmo muitas crianças. Só na família nasceram mais dois babys... costumo aproveitar as campanhas do 50% nos brinquedos, umas vezes nuns hipers, outras vezes em outros. Desta vez foi mesmo ouro sobre azul.
Tinha um prémio de trabalho em cartão Dá (lojas sonae) e assim que o recebi disse logo que era para presentes. Entretanto como estou SEMPRE muito atenta a super preços, a descontos para cartão, etc consegui mega descontos. Para ser mais fácil, por estes brinquedos todos paguei (em dinheiro físico) 5.18€ e acumulei em cartão 31.98€ não é fantástico? :D Tinha dinheiro em cartão, tinha o prémio do cartão Dá e assim numa…

Boa semana

Boa semana. Cheia de coisas boas e bons momentos. Mantas, bebidas quentinhas e sofás apetitosos :)

Se há coisas boas no Inverno...

Se há coisas boas no Inverno (devem ser muito poucas ahah), uma delas é o facto de o nosso Gato se voltar a lembrar que nós somos ser úteis na vida dele. Assim que as temperaturas baixaram começou a aproximar-se mais e está, neste momento, a dormir ao meu colo. Coisa rara. Muito rara.

O casamento

Será em 2020. Parece sempre tão distante... confesso que, ultimamente, desmotivei imenso com a organização. É tanta tanta coisa que nem sei para onde me virar. É tudo tão caro que parece, constantemente, impossível. O noivo ajuda, opina, e está super motivado. Mas, confesso, eu estou mesmo perdida :/

Aquele momento em quê...

Depois de uma semana cansativa onde o inventário, não correndo mal, não foi nada do que querias...
Em que estavas na ânsia de receber já hoje e é só amanhã...
Em que tens a casa toda por arrumar e limpar...
Em que tiveste folgas separadas...

...acordas e a cama já pesa uns 10 kg. Se há algo bom no "Inverno" certamente é isto. Acordar numa cama pesada, cheia de cobertores :)

Boa semana. Que esta seja mais calma para a minha cabecinha <3

O outono.

Custa-me sempre aceitar esta mudança de tempo. Até porque no nosso país, passamos logo do 8 ao 80. Irrita-me não poder lavar três máquinas de roupa na folga porque, depois, não tenho onde enxugar. Mas, por outro lado, sabe tão bem uma bebida quente e uma manta no sofá... há muito que não tinha uma folga tão descansada como ontem (há excepção da minha cabeça que não parou por causa do assunto do último post) e concluo que, este tempo mais frio, também é conforto.

Cansada.

Esta semana de trabalho foi difícil. Desgastante. Stressante. Nem é pelas caixas que são milhentas que ora vão, ora não vão. Ora vão umas e chegam outras. Nem é pela falta de clientes e de vendas. Mas é pela equipa. Acho que cada vez menos gosto de ter que gerir pessoas. No geral, e por mim falo, as pessoas nunca estão satisfeitas. Por muito que se tente ser a mais fixe, compreensiva, humana, apontar-te-ão sempre o dedo. Gerir pessoas é foda mesmo. É muito difícil manter uma equipa motivada, e custa-me particularmente porque já estive do outro lado e sei que, em relação à empresa, há muito pouco de que se possam queixar.
É especialmente difícil quando, numa equipa muito pequena, percebes que a pessoa em que mais confias e que, no fundo, é ali o teu apoio trai a tua confiança, é uma pessoa contigo e outra quando tu não estás, e se porta como o rei da cocada preta.
É lixado quando tu não queres ser daquelas chefes exigentes até mais não, que apontam o dedo, que não facilitam mas...tens…

Carolina Deslandes

A semana passada assisti a um concerto desta miúda. Há muito que queria assistir a um concerto dela. É do caraças, mesmo. Canta que se farta e nasceu para falar com o público. Super, mas super, engraçada. Cativa, prende e tem histórias lindas. A música, só por si, é boa, mas ela é mesmo top :)
Ainda bem que não desististe Carolina :)

Resumo da semana

Foi uma semana de reencontros e despedidas. Foi tão bom ter os meus primos da Suíça na minha casa... o pior é voltar à rotina da saudade.
Foi semana de reunião e jantar de empresa. Custou-me muito viver o trabalho e estar longe dos meus priminhos quando vinham tão poucos dias, mas a vida é assim mesmo :/
Recebi um prémio bem jeitosinho no trabalho, eu e a minha equipa. Sabe sempre muito, muito bem :)
Recebi, do nada, presentes: um perfume Guess e um porta-chaves. Adorei.

Na próxima semana haverá, com certeza, coisas boas e voltarei (espero) ao blog.

Bom domingo

Casa cheia

Esta semana tenho casa cheia. Cheia de pessoas e pessoinhas que amo incondicionalmente. Esta semana, acredito, será uma excelente semana :)

Parabéns, meu amor!

Hoje o homem e amor da minha vida faz anos. 34. 11 dos quais (e mais uns mesitos) passados ao meu lado. Ontem perguntei-lhe se era feliz. Dizer-me que sim é o que me basta. Tenho muita sorte em ter uma pessoa como ele ao meu lado. É das melhores pessoas que conheci na vida, é o meu melhor amigo, é o companheiro que quero ao meu lado para sempre.

Parabéns meu amor. Ainda bem que um dia os nossos destinos se cruzaram.

Dormir? Sim sim

Hoje seria dia de descanso. Ia dormir até tarde, não fazer nada, e por aí... pena não ter dormido nadinha de jeito, sempre agitada, preocupada, desconfortável. Pena o meu cão não parar de ladrar desde as 9h da manhã. Pena ter-me perdido do sono :/ vou levantar-me e arrumar e passar a ferro :/ Socorrooooo

Feira Medieval de Sortelha

Este fim de semana entre (muito) trabalho e a folga semanal, aproveitamos para ir até Sortelha, à feira Medieval. Sortelha é linda e a feira é muito gira, embora este ano tenha achado muito mais fraca, é um passeio que vale sempre a pena :)
Agora que venha de lá mais uma semaninha de trabalho, esta era para ser muito curtinha mas não sei se será :/

Boa semana doce gente :)

Mudança de colecção

Chegoooou, aquela altura do ano em que os lojistas ganham músculos que nem sabiam que existiam por acartarem caixas como se não houvesse amanhã ahah
Altura do ano em que todos descobrimos que tínhamos futuro a montar puzzles tal é a capacidade de descobrir e encaixar buracos no armazém :x
A altura em que todos se passeiam felizes e contentes a ver as novidades da nova colecção e nós, lojistas, trabalhamos que nem mouros.
A altura em que surge a típica pergunta "já tem nova colecção?...oh, mas não está em saldos???". Eu carrego 100 caixas por dia de sorriso na cara se for preciso, mas a esta pergunta eu respondo mesmo torto ahaha é das piores perguntas que me podem fazer. Senhores, a colecção acaba de chegar à loja e a malta quer saldos???? Irra.

Vamos lá a mais um dia. Bom trabalho para todos os que for o caso :)

Piscinar

Estou neste momento a aproveitar aquele que será, possivelmente, o último dia a banhos deste verão. Dizer que está a trovejar e vento são só pormenores que pouco importam. Ehehe fora qualquer ironia está-se mesmo bem :)