Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2019

Aquela sensação...

Imagem daqui.
Aquela sensação ambígua no dia em alegremente recebes o teu vencimento mensal com prémios jeitosos...e logo a seguir fazes as contas mensais. O meu namorado goza comigo de grande, mas eu fico toda feliz quando recebo e super deprimida quando vejo o que sobra.

Antes a felicidade durava mais tempo. Agora, há já uns mesitos, decidi usar o método do envelope. O que tiro para as compras da casa, por exempo, nunca é suficiente. O do gasóleo tem meses. E por aí adiante... o que posso garantir é que com este método, logo no início do mês percebo que continuo falida. Se é saudável? Nada. Nem sequer "curto" o que recebo...mas permite-me ter logo noção da realidade e penso que é essa noção que todos devemos ter.

Pronto, hoje já estive contentinha. Hoje já estou em modo depré :P

Odeio pobre :D

Do fim de semana...

Um pudim básico de caramelo. Uma tarte de maçã. Dormir até tarde os dois dias. Acordar nas calmas. Lavar muita, mesmo muita, roupa. Fazer um puzzle de 1500 peças com as meias perdidas, eram mesmo muitas. Ficar no sofá com os gatos. O de duas pernas e o de 4 patas. Comer restos e não restos, mas nada de refeições complicadas. Limpar e aspirar. Fazer uma máscara facial. Limpar os pincéis de maquilhagem. Esquecer um pouco o trabalho. Decidir que me vou estafar esta semana, para ir actuar com duas das minhas melhores amigas, com a nossa tuna. Ficar mesmo entusiasmada. Uma vez tuna, sempre tuna. Sair para beber um café rápido na esplanada. Ler e ver programas da caca. Dormir no sofá. Comer pipocas e amêndoas. Vou agora fazer uma massa para comer com restos e fazer uma caminhada e está feito. Tão simples e tanto do que eu estava a precisar.

Boa semana.

Gosto tanto...

Adoro os meus irmãos, mas com a L. tenho uma relação diferente. É a única irmã de pai e de mãe, e desde miúda que sinto que a nossa cumplicidade veio da barriga da nossa mãe. A L. é das melhores pessoas que conheço na vida. É genuinamente boa, perdoa como ninguém. Mas voltando à cumplicidade...deixa-me sempre feliz quando se revela. Por ex., estamos à espera de resposta de um sr. de uma quinta (para o casamento), que a minha irmã conhece. Já lhe mandei mail em Março, mas sem resposta. Quinta-feira decidi mandar novamente mail e só o noivo é que sabia. Ontem a minha irmã foi ao pé de mim e disse "olha, falei com o sr. no face. Disse que tinhas mandado um mail...para ele ver". Ou seja, ela referia-se ao mail de Março mas nesse dia eu tinha mandado um outro mail :) são pequenas coisas, é certo, mas na minha opinião dizem muito daquilo que nos une.

Bom fim de semana :)

Bom fim de semana gente fofinha :) por aqui esperam-me (espero eu) três dias de folga, para descansar, namorar, dormir, ler...sei lá. Preciso mesmo. Preciso mesmo muito.

Aquele momento (difícil)...

Aquele duro momento em que numa notícia falam do ano 2025 (daqui a seis anos, portanto) e a minha Mãe diz, com a maior naturalidade, "oh, nesse ano já cá não estou.". Que choque na minha cabeça e no meu coração. Expliquei que seis anos é já ali ao virar da esquina. Mas sei que ela continuou a achar que já cá não está. E eu fiquei tão mas tão triste só de pensar nessa possibilidade :( As Mães e as Avós deviam ser eternas.

20 factos sobre mim

Este desafio bombou pelo instagram e, como gostei de o ler a quem respondeu, decidi fazê-lo por aqui. Então vamos lá a 20 factos sobre mim :)

1- Em miúda tinha uma amiga que era a sonsa da rua. Batia-lhe e depois ia para casa como se a brincadeira já tivesse acabado. Daí nada, a mãe dela começava a chamar o meu nome e a minha mãe já sabia o que era :x era uma besta eu, bem sei.

2- Era e sou uma aguada por comida. Sabem aquelas pessoas que não podem ver nada? Sou eu. Continuo igual.

3- Tenho 5 irmão. 7 sobrinhos. 2 sobrinhos-netos. 5 afilhados.

4- Sou licenciada em ciências da comunicação. Pós-graduada em jornalismo (que é como quem diz, fui uma lambona, não acabei a tese e, por isso, não terminei o mestrado).

5- Tenho uma formação em fotografia e estou a terminar uma em maquilhagem.

6- Andei 18 anos num rancho folclórico (e só deixei porque o rancho terminou). 10 anos em bandas filarmónicas. 7 ou 8 anos (já não estou certa) nas marchas populares. 7 anos na tuna. Tudo isto foi MARAVIL…

Boa Páscoa :)

Uma Páscoa feliz para todos os que por aqui passam :)
Um beijinho.

Coisas que eu adoro #SQN

Coisas que adoro mesmo e que não me irritam nadinha (ironia).

- Duas amigas vão beber café ao shopping. Sabem que trabalho lá e não me dizem nada, não me convidam (e não têm, obviamente, que o fazer). Passam na loja, cumprimentam-me e dizem "oh, não tens uma pausazinha agora? Nem 10 minutos?".

Não, não tenho porque ESTOU A TRABALHAR e à vontade não é à vontadinha. Mas se realmente quisessem estar comigo e estivessem preocupadas com o ter ou não ter pausa teriam perguntado e até poderia ter agilizado qualquer coisa. Assim sendo é um não para a pausa.

- Quando falamos de folgas/férias/etc com a família ou amigos e eu digo que não posso porque trabalho: "ah mas não és tu que fazes os horários?".

Epah isto é mesmo algo que me chateia. Sim sou, mas por acaso até sou a única que tem folgas fixas. E, mais uma vez, à vontade não é à vontadinha.

- Pessoas que dizem "então mas agora não se pode faltar ao trabalho?", assim, como se fosse natural. Ok, até era uma si…

É só a mim?

É só a mim ou determinadas comidinhas sabem bem melhor "atrasadas" do que feitas na hora? Comi agora um bacalhau à Brás, feito pela minha mãe, que me soube bem melhor agora do que ao almoço ehehe
Só sou esquisita com pão quando é para molhar no molho. Isso sim, gosto de pão frasquinho (mas se não houver, marcha o que há :x ).

Definitivamente...

Quando as pessoas têm mau íntimo não mudam e acabam sempre por se revelar. Sempre.

A saudade

Nos dias em que preciso de colo, do colo da minha Avó, a saudade aperta ainda mais. Torna-se quase visível sem me aperceber. Vêm à memória momentos doces do passado que me fizeram tão feliz. Ontem entrei no banho, pela manhã, e regressei ao banho das nossas férias ou das consultas da minha Avó em Lisboa. Ontem quase que tomei banho na Residencial Florescente, em frente ao coliseu, nas Portas de Santo Antão. Não me perguntem porque é que uma banheira com água a escaldar, como sempre, me trouxe essas memórias. À noite, na cama, apareciam na minha cabeça as escadas, o corrimão, a carpete...a recepção e a rua cá fora. Na minha cabeça vi a minha irmã sair de vestido justo azul pela porta enquanto eu, a minha mãe e a minha Avó continuávamos lá dentro. Ontem senti o cheiro e o burburinho. E é duro. Tão bom e tão duro sentir esta saudade. Já falei da Residencial Florescente por aqui e hoje volto a falar porque saudade tem, também, aquele nome. E por muitos hotéis chiques e requintados que um…

Sentes-te velha quando...

Quando percebes que num ano tens TRÊS Baptizados, percebes também que já não caminhas para nova. Ahaha. Espero bem que a coisa fique por aqui. Este ano (e para o próximo) dispensava festividades porque tenho que juntar dinheirinho para o meu casamento...hoje recebemos o convite do terceiro Baptismo. Socorro.

O cansaço

O cansaço tem-se vindo a acumular. Como já disse aqui, no trabalho, Março foi difícil. Para mim o trabalho não termina quando saio da loja e, por isso mesmo, tenho-me sentido esgotadissima. É cansaço psicológico essencialmente, e é mesmo lixado. Hoje que poderia dormir tranquila, descansar, sossegar...não consegui. Acordei (nem tenho noção se durante a noite ou sobre a manhã), sonhei muito (e este é o meu calcanhar de Aquiles) com trabalho e com o casamento. Não foram pesadelos, é certo, mas foram sonhos onde nada correu bem. E agora cá estou eu, ainda às voltas na cama, igualmente cansaçada. É desesperante.

Novas experiências

Hoje começo uma nova formação. Há algum tempo que andava com vontade e consegui uma compatível com o meu horário, algo que gosto e queria muito aprender, e ainda ganho subsidio de alimentação. Será sobre técnicas de maquilhagem e estou complicadíssima :)



Escrever

Tenho muita vontade de escrever ultimamente, mas parece que me faltam a inspiração ou as palavras. Talvez seja, na realidade, o assunto de uma vida rotineira. Estamos em Abril e ainda ontem foi Natal. Isto, às vezes, faz-me uma confusão desgraçada. Quero assuntos e temas e não existem, mas a verdade é que o tempo não pára e anda à velocidade da luz. Estes mês de início de ano foram de muitas decisões e isso também cansa. Sinto-me sempre cansada e, convenhamos, há muito tempo que não dormia como nestas folgas que passaram. Mas com as mudanças na loja parece que ainda não estou com a cabeça e o coração sossegados. Talvez leve algum tempo até. As coisas poderiam ser bem mais simples.
Sinto que a cabeça não pára, o tempo não rende, o que queriamos que avançasse não avança, e a vida anda apressada em câmara lenta. Sinto que preciso de férias, essa é que é essa.
Hoje é dia de reunião. Dia de ouvir coisas boas e outras que sei me vão desagradar. Coisas que me vão deixar com medo e insegura.…

Abril

Que Abril venha com paz na vida e no coração. Que os sorrisos sejam verdadeiros e que os de verdade caminhem ao nosso lado. Que seja saúde e amor. Que seja luz e fé. Que Abril seja feliz.