31.10.13

Halloween

Imagem daqui.

Não gosto, nem ligo ao Halloween, mas hoje quando sair do curso de fotografia vou a casa da minha irão para "festejar" com o meu sobrinho. Tem 5 ano, anda na escola primária e sei que é nestas pequenas coisas que ele tem saudades do infantário. Lá festejava, iam passear mascarados, etc. O ano passado à noite ele ainda saiu com amiguinhos e pais para perguntar "doce u travessura?". Mas este ano não há festejos nem desfile no infantário (porque já anda na escola), também não tem amiguinhos para andar pelas ruas e, como se isso não bastasse, tem que se deitar cedo porque amanhã tem escolinha. Então a minha irmã disse-lhe que festejam em casa, e comprou docinhos alusivos para festejarem por lá. Eu quando sair do curso vou lá a casa para o fotografar e brincar com ele. Talvez ainda lhe compre uns docinhos que não gosto nada de travessuras :D (Vai na volta ainda vou para a rua com ele eheh).

Feliz Halloween.

30.10.13

Sou assim...nada a fazer.

Imagem daqui.

Sou naturalmente pessimista e ao mesmo tempo sonhadora. Hoje fui a uma entrevista de emprego. Fiquei histérica por ter sido chamada para tal empresa. Fiquei louca com as condições que eram apresentadas na oferta de emprego. E fiz planos, e sonhei e acreditei que poderia ter o perfil. Sonhei mesmo. Caramba, era mesmo mesmo bom. Com as condições da oferta já seria possível irmos viver juntos, por exemplo (estão a ver assim mais ou menos como estava entusiasmada não estão?). E depois cheguei lá. E as condições não eram bem as que estavam na oferta, e nesta 2º fase ainda não podia ser revelado tudo (e essa informação era mesmo importante eu saber, porque tem a ver com despesas na realização do meu trabalho), dizem coisas que me parece suposto não ser dito por um responsável de recursos humanos, etc e tal. Enfim. Fiquei triste, como é óbvio. Porque eu sou assim, até à última não acredito que seja escolhida, mas ao mesmo tempo sonho, sonho e sonho.
Mas a decisão está tomada, medindo prós e contras, deixo-me mas é estar sossegadinha onde estou.

28.10.13

Coisas boas

Imagem daqui.

Hoje recebi uma proposta para trabalhar na minha área como freelancer. Uma coisas assim muito pequenina, sem muita importância mas que, claro está, me deixou felicíssima. Além disso o sr. elogiou tanto o meu trabalho que pronto, uma pessoa fica assim contente não é?
E sim, a imagem tem tudo a ver ;)

Aaah, e hoje, particularmente, estou muito orgulhosa do meu menino. Regressou às aulas, por vontade própria, é certa, mas também graças a mim. E isto, a seu tempo, será mais uma vitória conjunta. Amo-te meu amor.

Ah, e escrevi uma crónica. E se a início não me apetecia, correu mais que bem :)

E que esta semana...

Imagem daqui.

...seja saborosa, perfumada, quente, aconchegante.

Hoje foi dia de comer castanhas assadas. Não sendo fã, souberam-me tão mas tão bem... E depois, com uma dúzia num saco, chego a casa e tenho cá o meu I. Júnior que se delicia com elas porque "hmmm tia, adoro castanhas..." e, no fim, pego nas cascas e improvisamos um magusto. Ou melhor, a parte em que o pessoal se enfarrusca :)


25.10.13

Já cheira...

Imagem daqui.

...a fim-de-semana :) Hmmm...
Por aqui hoje esteve um dia ora quente, ora frio. Não se entende. No meu armário constam duas camisolitas novas, bem giras e bem baratinhas :)
E a semana acabou com boas notícias. E boas notícias sabem sempre bem :D

Bom fim-de-semana, gente do meu estaminé.

Por aqui...

Imagem daqui.

... não tem havido tempo para o blog. Nem para o meu nem para os vossos. Ainda me estou a habituar ao meu novo trabalho e nem sempre é fácil, mas hoje consegui a minha primeira cliente weee :)
Pelo meio ainda tenho que meter o sono em dia, e é disso mesmo que vou tratar já a seguir.

Espero que ainda estejam por ai, e que estejam bem :D

21.10.13

Parece que...

Imagem daqui.

...o Inverno chegou. Oh, não acho piada nenhuma. É que para além do frio, da chuva, etc e tal o cabelo não fica nada bonito. Coisas de gaja portanto.

Que esta semana...

Imagem daqui.

...seja verdadeiramente doce. Saborosa. Colorida. Cheirosa. Cheia de energia e pensamento positivo.

Boa semana, gente do meu estaminé.

19.10.13

Coisas boas

Imagem daqui

Lembram-se deste post? Pois bem, a encomenda chegou ontem e estou mesmo muito satisfeita. Tudo impecável e a roupa fica tão mas tão bem. Adorei. Coisinhas giras, boas e baratas. Recomendo completamente o site, viciei-me já eheh O único senão é que caso queiramos encomendar, cada marca corresponde a uma encomenda diferente, não se podendo juntar várias marcas. Mas pronto. Agora andarei atenta a cisinhas quentes e botas que é o que mais preciso.

E hoje o meu bebé bom faz três mesinhos, coisa mái linda da sua madrinha :D


18.10.13

Fim-de-semana :D

Imagem daqui.

Tão booom. Com o namorado também de folga, ainda melhoooor :D

Quanto ao trabalho, a prática em si ainda não começou. Mas está tudo a correr bem.

Beijinhos, beijinhos

16.10.13

1o dia de trabalho

- estou feliz por estar novamente a trabalhar
- o projeto é engraçado, mas ainda demasiado verde
- os objetivos são ainda mais altos do que eu pensava, e eu ja os achava bem altos
- gostei da equipa, mas ainda é tudo muito recente pelo que não atiro foguetes antes da festa
- percebo que me iludi um pouco com o projeto antes de entrar nele
- acho que é tudo

Desejem-me sorte :)

15.10.13

A ver, a ver.

Imagem daqui.

Não ligo puto a dietas. Mas acho que isto também nada tem a ver. Quando saio de casa é sempre à pressa e, como tal, enfio uma caneca de leito com chocolate goela abaixo e está feito. Lontra como sou, daí a 3 minutos e meio estou cheia de fome. Óbvio. Vi isto na net, não me convenceu. Mas hoje deu-me para andar a ver melhor e sou menina para começar a fazer isto.Não com muitas "mariquisses", só um iogurtezinho, uns cereais, duas frutinha, um cacau ou canela. E tudo com açucar. Ahaha. A ver se corre bem :)

Mais informações sobre este assunto podem ver aqui.

14.10.13

As coisas.




Muita gente não liga. Eu, pelo contrário, sou extremamente apegada às coisas. Ás que me trazem recordações boas e até más memórias. Coisas que marcaram a minha vida. Hoje foi dia de arrumar cd's e cassetes e ia tendo um fanico. Quando decido abrir os cd's só encontrei capas. Foi o pânico, o horror. Liguei ao meu sobrinho para saber se ele os tinha. Não atendeu. Paniquei, paniquei até que me lembrei que poderiam estar noutro sítio. E estavam. E quando os encontrei foi um alívio. Quando encontrei o do Robbie Williams chorei. E chorei. E chorei. Calmamente, mas chorei. Para muitos é só um cd passado de moda, mas para mim é muito, muito mais que isso. Era do meu primo e ele deu-mo pouco antes de ir para a Suiça. Quando as saudades me destruíam eu ouvia o cd e cheirava-o vezes sem conta. Tinha o cheiro do meu primo. Gastei-lhe o cheiro. Mas hoje, mesmo sem cheiro absolutamente nenhum, foi um desespero sentir aquele pedaço da minha história perdido. E quando o apanhei, cheirei-o de novo, agarrei-o com muita força e guardei-o num sítio diferente desses todos da imagem. Porque pode haver dias em que me aqueça o coração. Mesmo que já não tenha o cheiro do meu primo.

13.10.13

Doce semana...

Imagem daqui.

...gente do meu estaminé.
A minha será um novo começo, uma nova fase pela qual ansiava há quase quatro meses. Agradeço-vos de coração cada palavra de incentivo e encorajamento durante a minha "estadia" no desemprego. Foi bom desabafar aqui e ter o vosso apoio e carinho. Mas bom bom, foi sentir-vos felizes quando anunciei que arranjei emprego. Este mundo da blogosfera é mesmo um mimo.
Vou sair da minha área enquanto jornalista, mas não da área da comunicação. Mas isso não me afeta, quero é trabalhar. Quero é poder sonhar. Caramba, já andava mesmo infeliz, já doía isto tudo. Agora é esperar que corra bem, há-de correr.  Pela primeira vez na vida vou ter um horário certo, com folgas fixas, com horas de entrada (horas de saída não há em emprego nenhum) e, tendo em conta isso, só terei folgas em conjunto com o meu namorado no Natal e no Fim de Ano, o que dá imenso jeito, mas nem isso nos preocupa. Há prioridades e as "nossas" eram que eu arranjasse emprego e ele aqui está.
E como acredito MESMO que nada na vida acontece por acaso, eu sei que fiquei em casa na altura certa, para que os ordenados em atraso não se arrastassem ainda mais, para que eu pudesse viajar e conhecer o meu afilhado, para que eu pudesse ir de férias e namorar com o meu namorado, para que eu me pudesse increver no tão desejado curso de fotografia, para que eu pudesse estar presente no primeiro dia de aulas do meu I. Júnior e para que, no fim, arranjasse um bom emprego que, quero acreditar e vou fazer por isso, me irá realizar.

Uma doce semana, gente do meu estaminé.

11.10.13

Lembram-se...

Imagem daqui.

... de vos pedir para torcerem muito por mim? Lembram-se de me queixar que detestava esperar por respostas? Pois bem, resultou. Obrigada, obrigada, obrigada. Hoje disse adeus ao mundo do desemprego (e espero que seja para sempre) e ARRANJEI EMPREGOOOO.

10.10.13

Ontem foi dia...

Imagem daqui.

...de ir ver este filme (sim, parece que já fui tarde mas os cinemas por aqui estiveram fechados e reabriram à pouco tempo). Não acho que seja um filme brutal, falta-lhe história. Mas é girinho e vê-se bem :) Familiar de emigrantes comecei o filme a dizer que ia chorar, não o fiz totalmente, mas houve momentos que me tocaram. Aquele em que a Rita Blanco fala que, ao vir para Portugal, nunca irá buscar o neto à creche, não o vai ver crescer, não estará presente. E isso, foi uma facada que me trouxe água aos olhos. Sei o que isso é, sempre o soube. E se por um lado tive sempre ausência de familiares nos meus momentos, agora sinto-me a mim a faltar a outros. Doeu os meus primos não estarem comigo na minha Benção das pastas, nunca me terem visto a fazer as "figuras tristes" de uma caloira, nem nunca me terem visto em reportagem. Mas dói, mais até, saber que não vou massajar a barriguinha do meu afilhado quando ele tiver cólicas, não vou ver os seus primeiros passos tão torcidos, não o vou poder ir buscar à creche e, provavelmente, será via skype que o ouvirei a dizer "madrinha". Sem o saber dizer, mas já com aquele sotaque abrasileirado. E essas coisas simples doem. Naquele filme, eu não consegui rever os meus, onde em casa se fala apenas Português, onde todos têm orgulho do país que os viu nascer, etc. Mas naquele filme eu senti dores que são as minhas e dos meus. Senti saudade. Saudade.

8.10.13

Há coisas...

Imagem daqui.

...que me chateiam mesmo. Uma delas é estar à espera de coisas concretas, dizerem-me "logo à tarde digo-lhe algo" e nem logo à tarde, nem hoje nem o raio que os parta. Fico possessa. As pessoas não devem ter noção de que é um assunto de extrema importância (para mim, claro está). Irra :S


7.10.13

Gaja que é gaja...



Imagens do site.

...não resiste a coisa lindas, boas e baratas certo? Encomendei hoje daqui e agora é esperar para ver. Tou com um pouquinho de medo dos tamanhos, mas logo se vê como corre.
Em ambos os produtos podem ver quanto custavam e quanto eu paguei por eles, acrescentando os portes de envio que são 4,95€.
Na verdade verdadinha, não preciso de calças absolutamente nenhumas, mas são tão liiindas :)

E não, com muita pena minha não é um post patrocinado. Mas pode ser senhores do site, que eu não sou esquisita. Vá, cheguem-se à frente :P

5.10.13

Amanhã

Imagem daqui.

... vou vindimar. Ehehe. Nunca o fiz e amanhã é o dia. E a semana está a terminar com um leve adocicado :)

Bom fim-de-semana gente do meu estaminé

3.10.13

Para adoçar a semana...


 Imagem daqui.

... que ao contrário do que desejei não está nada doce, vou fazer uns crepes e enche-los de nutella. Só por causa das coisas. Até porque o que não nos mata, torna-nos mais gordos. Ups, mais fortes. É isso. Mais fortes.

1.10.13

Quando nos revemos nas palavras dos outros.

Imagem da minha autoria.

Li este texto e senti-me ali. Em cada saudade descrita nas palavras dos outros. Só pisei um aeroporto uma vez, infelizmente. E se quando cheguei a este da imagem foi a alegria do reencontro, de um reencontro atrasado dois anos e meio, o momento da despedida foi um canivete suiço espetado no coração. Recordo-me de, quando cheguei, chegar uma rapariga e lembro-me da alegria do cão que também a foi receber. Vieram-me as lágrimas aos olhos. E depois chegou o meu primo e, como é óbvio, ele foi o meu momento. O abraço, a voz, o cheiro. Quando me despedi foi tudo o resto, o lado mau. Foram as lágrimas que, pela primeira vez não consegui segurar, tal como agora. Foi um obrigado mútuo. Foi o beijo que tentei ser o mais doce, sem lhe perturbar o sono. Senti-lhe o cheiro, e com as lágrimas a correrem subi as escadas. E houve quem me olhasse, e secalhar tivesse pena de mim. Não sei. Daqueles que me viram enquanto esperava, ninguém sabia que as lágrimas grossas que me caiam no rosto eram, essencialmente, por um ser de palmo e meio que me ocupa o coração. E depois de tudo feito, quando sai à rua para ir para o avião, voltei a chorar, Muito. Porque eu não sabia, nem sei, o tempo que agora me falta esperar. E dói, cada despedida dói. Nem que sejam dois dia.

Imagem da minha autoria. Não sei porque fica virada.

Esperas.

Imagem daqui.

Quem espera sempre alcança. Diz o povo cm razão?