29.10.12

Não, a mim não me chega.

Imagem daqui.

Não me chega ser jornalista só porque sim. Julgo que o meu patrão pensa isso. Julgo que há pessoas que pensam que chega o simples facto de ser jornalista para estar realizada. Mas não. As coisas não são assim. Eu escolhi não ter horários, escolhi trabalhar até tarde, escolhi falar sobre todos os assuntos e com todas as pessoas. Escolhi trabalhar de manhã cedo e até bem tarde. Eu escolhi não ter tempo para a minha mãe, nem  para a minha avó e muito menos para o meu namorado. Eu escolhi não poder brincar com os meus sobrinhos. Eu gastei 3000€, fora o resto, num curso por opção. E por amor. E por vocação. Sim, escolhi isso tudo e muito mais até. Aceitei os prós e os contras. E hoje sou jornalista com muito orgulho e de coração cheio. Amo a profissão que escolhi e que tenho a sorte de ter (trabalhei muito para a merecer, a questão sorte é relativa). Todos os dias faço mais e, tento, melhor. Faço tudo com amor, mas actualmente sem vontade absolutamente nenhuma. Porque sim, é tudo maravilhosamente lindo, o pior é o pior. E eu, aquela vaca que tem a sorte de trabalhar na área, anda a pagar para trabalhar. Como se não chegassem já os três meses de estágio curricular. E todos os dias é suposto o dinheiro cair na conta. Mas não cai. Mas todos os dia o meu carro precisa de combustível para se deslocar. Cabra, não lhe chega trabalhar na área ainda tem carro. E eu deixei um trabalho por outro. Deixei uma loja (ai coitadinha, licenciada e a trabalhar numa loja) que me pagava um bom ordenado, e certo, ao fim do mes por um sonho. Um sonho chamado jornalismo. Se me arrependo? Há dias que sim, porque não consigo sonhar. Sim, preciso de dinheiro para sonhar, e que venham de lá os mais românticos crentes no amor e na cabana. E sim, a vida não anda para a frente. Mas, como muitos diriam, ao menos sou jornalista. Ah, e tenho trabalho...o facto de não me pagarem pouco importa.

5 comentários:

Pura (Im)Perfeição disse...

Não é fácil... mas as coisas hão-de melhorar e ainda vais ser muito bem recompensada pelo teu trabalho! ;)

Beijoca*

Carolina disse...

Não te pagam, simplesmente? Ridículo!

S* disse...

Entendo-te na perfeição. Adoro o que faço, adoro a profissão, mas tem dias em que ambicionava um futuro mais estável.

*C*inderela disse...

Hoje em dia não podemos ter tudo, infelizmente. Podemos trabalhar naquilo que gostamos mas o dinheirito deixa sempre muito a desejar. E, sim, os sonhos para se realizarem precisam de capital! Enfim ...

Bjokas

aNaMartins disse...

xiiiiiii isso é muito complicado. Mas não te pagam assim? e não dão justificação? espero que resolvas isso, não é fácil arranjar vontade para trabalhar se não te pagam

beijinho*