12.1.13

I. Júnior


Imagem daqui.

Poder ver o meu sobrinho logo pela manhã, ver a alegria dele por perceber que ainda tava em casa, chegar ao fim de um dia de trabalho e ter o abraço dele fez o meu dia valer a pena. Te-lo a ele e ao irmão (um puto adolescente muito menos entusiasmado com a tia, claro) melhou ainda mais.

E fez ontem seis meses que o meu amor de quatro patas foi embora. E mais uma vez eu chorei como se não houvesse amanhã. E mais uma vez vou-me calar antes que comece o pranto

3 comentários:

Palco do tempo disse...

um beijinhoo

S* disse...

Lamento por essa dor... força.

Carolina disse...

Oh, momentos que melhoram logo os nossos dias :)