11.5.16

Ás vezes...

... não percebo onde ficou a menina sempre bem disposta e feliz. Tenho noção que sempre fui uma miúda dramática mas perdeu-se tanto de mim pelo caminho. Acho que eram os sonhos que davam brilho à minha vida. Não é fácil para mim aceitar a rotina do dia-a-dia. Por mais que tente e me esforce. Por mais que meta na minha cabeça que havia gente a dar tudo para ter o meu trabalho e a minha vida... Não, não é fácil para alguém que sonhou ser jornalista (por aprender sempre mais, por não ter um dia igual, por todos os dias serem um desafio ainda que sem horários e apesar de ser um profissão mal paga...) passar seis dias da semana com o corpinho fechado dentro de um shopping, numa loja de gente maioritariamente fútil, onde se passam dias e dias em que não aprendo NADA, em que trabalho 26 dias por mês mas me pagam subsidio de alimentação apenas de 21 e sobre esses ainda me descontam os dias de férias ahah e eu? Calo-me porque estou farta de ser só eu a falar e em vão.
E é isto. Tenho andado em dias não. Há muitos dias que os meus dias são nãos. Perdi a energia e a vontade, os dias que tenho fora da loja (um por semana) tudo o que me apetece é estar sossegada no meu canto por todos os outros passo horas infinitas em pé... Se sou grata pelo que tenho? Sou. Se é fácil e estou feliz? Não.

Desculpem o desabafo.

6 comentários:

Maria disse...

:(:(

não é fácil para trabalhamos em algo que não gostamos... passa a ser um sacrifício :(

espero que encontres algo melhor ou que encontres espaço no teu dia para fazeres coisas que te façam feliz :)

Xica Maria disse...

Já passei por isso, a solução foi mudar, e acredita, se procurares encontras, o importante é nunca desistir.

Viver num t0 disse...

Olá minha querida se a tua encomenda ficou presa na alfandega envia já email com toda a documentação necessária não fiques a espera da carta senao vai demorar muito mais ... infelizmente eles escolhem as encomendas aleatoriamente :/

mysupersweettwenty disse...

As coisas boas vêm quando menos esperamos, vais ver que quando menos esperares estarás num sítio bem melhor :)

A Pimenta* disse...

Acredito que é difícil. Há situações laborais tão precárias e mereciam ser denunciadas. Eu trabalho 55 horas por semana e a minha patroa aparentemente acha que é normal. Eu não. Não acho normal isso. Não acho normal ter 10 minutos para almoçar. É um ritmo demasiado alucinante, mas sei que pelo menos trabalho com crianças, que foi para isso que tive formação.

Quanto a ti, respira fundo. Há dias mesmo complicados.

S* disse...

Muita força... trata de arejar!