16.10.16

Para quem perde...


...existem dias tão difíceis que, percebi hoje, nota-se á distância. Hoje percebi que uma amiga minha que perdeu o namorado estava num dia arrasador, quando passei por ela de carro. Mandei-lhe uma msg reconfortante e ela veio à "minha" loja procurar o meu abraço. Dei-lhe o mais forte que consegui e deixei-a chorar à vontade.
Quando a minha Avó morreu as pessoas nem sempre perceberam que a minha má cara e perda de peso tinham ali o seu motivo e em vez de me confortarem faziam questão de me dizer que tava com má cara e tão magra. As pessoas não sabem... Só a mãe da minha amiga agiu comigo como se nada fosse (confesso que até estranhei) e só mais tarde percebi que, nesse dia ela disse á minha melhor amiga para cuidar de mim porque eu, na realidade, estava um caco (e a minha melhor amiga está longe).
Hoje melhorei o dia de uma rapariga que veio ver de um vestido á "minha" loja. Chegou a dizer-me que era gorda. Eu limitei-me a elogiar o que ela tinha de melhor. Curvas bem feitas. Ela perguntou-me o nome e disse á mãe que gostava de mim.
Ás vezes é fácil melhorar o dia de alguém. É preciso estarmos atentos.

Bom dia. Bom Domingo.

3 comentários:

Segredinhos disse...

Bem verdade!

Linhas Cruzadas disse...

E o mais importante continua a ser de graça: um elogio, um sorriso, um abraço...

Maria do Mundo disse...

E isso é tão, mas tão bom!