8.11.15

Doce amor.



Há um ano atrás a minha mãe ligou-me e disse que estavas murchita, apática. Eu disse que levava croissants porque sabia melhor que ninguém como os adoravas e como te animavam. Há um ano atrás já nem os croissants te animaram, nem os comeste. Percebi que tudo estava mal. Nesse dia cheguei tarde para lanchar e estive pouco tempo contigo, hoje tenho pena por isso. Nesse dia já nem comeste os meus croissants que comprei com o maior amor do mundo. Há um ano senti que era coisa séria.
Tenho saudades tuas meu amor mais doce, minha doce Avó.

4 comentários:

Alex disse...

O amor de avó e neta é muito doce, tens toda a razão. E nunca vai acabar esse teu amor pela tua querida avó. Beijinhos

mysupersweettwenty disse...

Com certeza que ela os 'saboreou' da maneira que pode :')

Maria disse...

ai os avós... das melhores coisas que temos na vida

Audrey Deal disse...

Ohhh ler o teu texto fez-me arrepiar. Força, esse amor é para sempre!