31.1.16

Chegou o momento...


...em que nas conversas sobre bebés começa tudo a olhar para nós enquanto a perguntinha sai de lá "então e vocês?".
Depois apetece-me responder assim:
1. Mete-te na tua vida
2. Sim, sinto-me preparada
3. Nem a mim ainda me aturo
4. Detesto que me acordem (por norma os putos choram à noite e essas cenas né?)
5. Nem sopa sei fazer para mim quanto mais
6. Ás vezes (muitas, por sinal) tudo o que me apetece é chegar a casa e não fazer nada e, pasmem-se... não faço mesmo
7. Mete-te na tua vida (ok, já tinha dito este)
8. Sim, adoro mesmo criancinhas e já limpei a caca a muitos (tenho 7 sobrinhos lembram-se)
9. Se me aparecer uma proposta de trabalho logo à noite em que tenha que ir na hora, quero poder ir (siiim, eu sei que posso ir com crianças mas não me venham com histórias que é a mesma coisa)
10. Para já é isto que me lembro :P

E sim, adoro mesmo crianças e sempre quis ser mãe nova. Tenho o instinto maternal muitíssimo apurado mas, para já (e talvez até nem seja por muito tempo, mas é para já) estamos bem assim, obrigadinha :)

6 comentários:

Maria do Mundo disse...

Já passei por isso...e o problema era que eu queria e não conseguia.

Catarina disse...

As pessoas e a sua mania de se meterem na vida dos outros...enfim!

Gorduchita disse...

Eu cheguei a uma altura em que me apetecia responder: "nós gostaríamos muito mas não podemos ter filhos"... só para ver a reação das pessoas!
Irritava-me solenemente a pergunta, as insinuações... sem fazerem ideia das razões que movem as pessoas!
Todos os motivos são válidos para ter ou para nao ter! É uma decisão pessoal e pronto! Ninguém tem nada a ver com isso! que chatice!!!

Maria disse...

as vezes é o que dá vontade de responder :)

Inspired disse...

Já passei essa fase. Agora é: "quando dás um maninho à C.? Está na altura!...". Sim, sim...

A Pimenta* disse...

E quando tiveres um, não tarda nada e depois perguntam "para quando o segundo?"
As pessoas têm de ter sempre opinião sobre tudo!