12.12.11

Vícios

Há vícios que nos matam. Física e psicologicamente. Que todos os dias nos destroem e destroem aqueles que nos rodeiam. Há vícios que nos ferem o coração...e a alma. Vícios que deixam marcas para a vida. Coisas que nunca partilhamos, ás vezes por vergonha, outras que vamos partilhando.
Há a droga, o alcool, o sexo, a mentira, as compras, o tabaco... Vícios. No fundo, tão e somente isso. Vícios. Eu não tenho nenhum... Afinal tenho, tirar peles dos lábios. E sim, destrói-me os lábios e acho até que já tenho algumas marcas que daí vieram. Mas este vício "destrói-me" a mim, pura e simplesmente. Mas eu vivo rodeada de vícios. O disto e daquilo, deste e daquele. Dela, dele e mais dele e mais dela.Tudo pessoas diferentes. Vícios que me fazem chorar ás vezes, desde sempre quase. Vícios que me atormentam e magoam. Vícios que me deixam medo de uma perda precoce. Vícios que um dia me deram uma resposta má que me marca até hoje, vícios que me deixaram medo. Vícios que estragaram muitos dos meus Natais. Vícios que estragaram os Batizados de alguns sobrinhos. Vícios que me fizeram ter medo do dia da minha Benção e ter pesadelos.
Eu vivo rodeada de vícios que nunca consegui partilhar quase com ninguém. Eu e as minhas irmãs partilhamos esse "rodeio" de vícios iguais e nunca falei com elas. A minha sobrinha partilhava esses vícios e mesmo quando me confrontava eu negava. Hoje partilho com o meu namorado, sempre por um computador ou um telemóvel. É uma espécie de escudo. Mas essa partilha faz-me bem, porque sei que ele entende tudo direitinho. Sem julgamentos. E é dos julgamentos que também tenho medo.
Mas sim, há vícios que destoem. Não só quem os tem mas quem os rodeia. Pela falta de tudo o resto, pelo medo, talvez até pela vergonha.

Por estes lados vive-se com mentira, tabaco e alcool. E eu não tenho nenhum destes, mas já chorei muito. E sei que quem os tem sofrem igualmente com eles.

Vícios, é o que é.

Sem comentários: